Sopro

 

Sopro | Whisper
4’58”
video-instalação em 3 canais
3-channel video installation
2012

 

Uma tarde no parque. Estamos prontas em frente à câmera para dar depoimentos sobre a exposição. De repente, uma rajada de vento tropical invade violentamente o parque. A ventania dura horas e muda completamente a rotina plácida do parque, atrapalhando o nosso roteiro inicial. O vento forte levanta tudo no seu caminho, os visitantes começam a ir embora, folhas e poeira tomam o ar, pássaros em revoada procuram abrigo.

Nesse momento, alteramos o plano inicial e a câmera apontada para o banco agora registra o fenômeno daquelas rajadas sobre nossos corpos que, imóveis no banco, deixavam o vento decidir o tempo a ser passado ali. Fechamos os olhos e deixamos o corpo ao sabor do vento. A videoinstalação em três canais traz consigo a experiência desse tempo único, que não pode ser repetido.

Neste curto intervalo instala-se uma situação-experiência, onde outros personagens podem atuar, invisíveis ou não. Um tempo-morto pleno de significados. Existe um sopro da ordem do visível e outro da ordem do invisível, que é o que emerge do trabalho e onde atua o espectador.

One afternoon in the park. Our video camera was ready and set for filming us interviewing park visitors on one of the park benches. Suddenly a mighty gust of tropical wind lashes the garden. The strong wind lasts 2 hours and changes drastically the serene routine of the park, hindering our video footage. The mighty wind throws into the air everything that stands in its way, visitors start to leave, leaves and dust take up the air, birds in flight seek refuge in trees.

At this point we alter our script and the camera pointed at the bench records the phenomenon of the wind hitting on our bodies lying motionless on the bench. We leave it to the wind to decide for how long we will remain there. We close our eyes and let the wind in full control of our bodies. The three-channel video installation carries with it an experience of a unique moment that cannot be repeated.

 

®2011-2017
Isabel Löfgren & Patricia Gouvêa